Alemanha e França vão propor integração mais profunda da zona do euro, diz Merkel

quinta-feira, 18 de junho de 2015 10:59 BRT
 

BERLIM (Reuters) - A chanceler alemã, Angela Merkel, disse nesta quinta-feira que a França e a Alemanha vão propor na cúpula da União Europeia na semana que vem uma integração mais profunda entre os países da zona do euro, porém sem alterar o tratado existente da UE.

Ela afirmou em discurso no Parlamento que reformas estruturais na UE precisam continuar.

No mês passado a Reuters obteve um documento franco-alemão no qual os dois países acertaram planos para fortalecer a cooperação entre países da zona do euro sem mudanças no tratado --um potencial revés para o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

O projeto fortaleceria a zona do euro, da qual a Grã-Bretanha não faz parte, com cúpulas mais regulares de seus líderes, o fortalecimento do fórum do Eurogrupo de ministros das Finanças e o estabelecimento de estruturas específicas da zona do euro dentro do Parlamento Europeu. A proposta não prevê mudanças a tratados da UE.

Cameron quer negociar reformas abrangentes da UE antes de realizar um referendo na Grã-Bretanha até o final de 2017 sobre sua permanência ou não.

(Por Erik Kirschbaum)

 
Chanceler alemã, Angela Merkel, durante sessão parlamentar, em Berlim.  18/06/2015   REUTERS/Hannibal Hanschke