Busca das empresas por crédito tem pior queda em 2 anos em maio, diz Serasa

quinta-feira, 18 de junho de 2015 11:06 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A procura das empresas brasileiras por crédito caiu 6,5 por cento em maio ante igual mês do ano passado, o maior recuo em dois anos, informou nesta quinta-feira a Serasa Experian, citando fatores como as altas taxas de juros e o baixo nível de confiança empresarial para explicar o declínio.

No acumulado do ano, porém, a demanda por crédito ainda registra alta de 4,1 por cento ante o mesmo período do ano passado.

Já na comparação entre maio e abril deste ano, o indicador da Serasa registrou queda de 3,4 por cento. Segundo afirmaram economistas da Serasa em nota, a diminuição da procura por crédito em maio, como em abril, "sinaliza que a atividade produtiva empresarial está em declínio" no segundo trimestre de 2015, acrescentando que isso agrava "o atual quadro recessivo da economia brasileira".

No detalhamento da busca por crédito por porte empresarial, a maior queda foi registrada entre as firmas médias, com retração de 22,3 por cento na procura em maio ante o mesmo mês de 2014. Entre as grandes companhias, a procura caiu 17,5 por cento, e entre as pequenas e médias empresas a busca por crédito recuou 5,5 por cento, segundo dados da Serasa.

(Por Renan Fagalde)