Reprovação ao governo Dilma chega a 65% do eleitorado, diz Datafolha

sábado, 20 de junho de 2015 18:06 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff é avaliada como ruim ou péssima por 65 por cento do eleitorado, informou pesquisa do Datafolha, segundo publicou o jornal Folha de S.Paulo em seu site neste sábado.

De acordo com o levantamento, no histórico de pesquisas nacionais de avaliação presidencial do instituto, essa taxa de reprovação só não é pior que os 68 por cento de ruim e péssimo alcançados pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello em setembro de 1992, poucos dias antes de seu impeachment.

Considerando a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, trata-se praticamente de um empate, segundo o instituto.

A maior reprovação ao governo ocorre em meio a eventos como o risco de rejeição das contas públicas de 2014 pelo Tribunal de Contas da União e a nova fase da Operação Lava Jato, que apura um esquema de corrupção na Petrobras.

O levantamento foi feito na quarta e quinta-feira. Somente 10 por cento dos brasileiros entrevistados classificam o governo Dilma como bom ou ótimo.

Em relação à pesquisa de abril, a reprovação de Dilma subiu cinco pontos, enquanto a aprovação oscilou três para baixo.