Banco da Grécia alertou sobre dia 'difícil' na 3a caso não haja acordo, dizem fontes

domingo, 21 de junho de 2015 16:22 BRT
 

ATENAS (Reuters) - O chefe do banco central da Grécia alertou os bancos na semana passada para um "dia difícil" na terça-feira caso o governo de Atenas não chegue a um acordo com os credores em uma reunião de emergência da zona do euro na segunda-feira, disseram dois banqueiros à Reuters.

O presidente do banco central do país, Yannis Stournaras, convocou uma reunião especial com banqueiros na sexta-feira para discutir a crise no setor após uma série de saques que ultrapassou 1 bilhão de euros um dia antes do fim de semana.

Eles disseram que Stournaras não falou sobre controles de capitais sendo impostos aos bancos gregos, que dependem do apoio do Banco Central Europeu para continuar operando, mas ele deixou claro que a situação pode ficar séria.

"Se não houver acordo, a terça-feira será um dia difícil e as decisões terão de ser tomadas, isso foi o que ele disse", declarou um dos banqueiros que estava presente na reunião. "Se não houver acordo, os europeus terão decidido virar a página, isso foi o que nos disseram."

Ele disse que a reunião também tratou de formas com as quais os bancos podem manter a oferta de dinheiro aos clientes.

"Discutimos questões técnicas relacionadas aos caixas eletrônicos. Como alimentá-los com dinheiro é um grande problema logístico", declarou.

(Por George Georgiopoulos)