Tripulação de cabine dá prazo para que Lufthansa evite greve

segunda-feira, 22 de junho de 2015 10:22 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A companhia aérea alemã Lufthansa tem prazo até o dia 30 de junho para fazer concessões à tripulação de voo acerca de salários e pensões ou enfrentará mais greves que agravarão os efeitos da cara disputa com seus pilotos.

A Lufthansa tem estado em conversas arrastadas com vários grupos de funcionários à medida que busca reduzir custos e revisar esquemas de aposentadoria para competir melhor com companhias aéreas de baixo custo e rivais do Oriente Médio em expansão.

O sindicato de comissários de bordo disse nesta segunda-feira que seus membros vão entrar em greve no dia 1o de julho se um acordo não for fechado com a Lufthansa até lá. Mais greves de um dia vão se seguir que podem durar até 16 de setembro, atrapalhando as viagens durante a lucrativa temporada de pico do verão europeu, acrescentou o sindicato.

"Todos terão a chance de optar por modos de transporte que não sejam a Lufthansa nos dias que vamos anunciar greves", disse o chefe do sindicato, Nicoley Baublies, em coletiva de imprensa.

(Por Peter Maushagen e Ludwig Burger)