Em Atenas, gregos fazem protesto para mostrar apoio ao euro

segunda-feira, 22 de junho de 2015 16:45 BRT
 

Por Deepa Babington

ATENAS (Reuters) - Milhares de pessoas se reuniram em frente ao Parlamento grego nesta segunda-feira para mostrar apoio à permanência do país na zona do euro, enquanto líderes do bloco monetário se reuniam em Bruxelas para discutir o futuro do país.

A manifestação pró-euro, a segunda deste tipo em uma semana, ocorreu um dia depois de um protesto contra a austeridade, em apoio à postura do primeiro-ministro, Alexis Tsipras, frente aos credores.

Como nas manifestações recentes, a desta segunda-feira não conseguiu reunir as dezenas de milhares que compareceram no passado. No entanto, revelou o crescimento da ansiedade e do medo entre os gregos sobre o fracasso das longas negociações entre Atenas e seus credores.

"Faz muito tempo que nós estamos em negociações e eu sinto que estamos enviando sinais mistos ao mundo", disse a gerente de projetos Panagiota Kaltsa, na manifestação. "Está na hora de a Grécia deixar claro que quer ficar no euro e que uma solução negociada deveria ser encontrada em breve".

Os milhares de manifestantes na praça central de Atenas representam uma amostra diversificada da sociedade grega, de jovens mães com crianças a estudantes, trabalhadores e pensionistas, ávidos por enviar uma mensagem aos líderes europeus.

Alguns seguravam bandeiras da União Europeia ao lado de bandeiras gregas e faixas com dizeres como "Sim ao euro, Não ao rublo" --uma referência à aproximação de Tsipras com a Rússia-- e aplaudiram quando uma grande bandeira grega foi colocada na parede em frente ao Parlamento.

 
Manifestante exibe bandeira grega na entrada do Parlamento durante protesto pela manutenção da Grécia na zona do euro, em Atenas, nesta segunda-feira. 22/06/2015 REUTERS/Marko Djurica