Usiminas diz que rescindiu com Porto Sudeste por atraso

segunda-feira, 22 de junho de 2015 18:32 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Usiminas afirmou nesta segunda-feira que a decisão de rescindir contrato com a Porto Sudeste deveu-se à não conclusão e ao adiamento do início das operações do porto.

"A rescisão (...) justifica-se em razão do reiterado inadimplemento, pela Porto Sudeste, de sua obrigação de concluir o porto e colocá-lo em operação, o que deveria ter ocorrido em 1º de abril de 2012", disse a empresa em fato relevante.

A Usiminas mencionou ainda a falta de pagamentos das penalidades contratuais decorrentes dos atrasos.

A Porto Sudeste informou na sexta-feira que a Mineração Usiminas manifestou intenção de rescindir contrato para embarque de minério de ferro por meio do terminal, em Itaguaí (RJ).

A Porto Sudeste disse que tomaria todas as medidas cabíveis, inclusive em âmbito arbitral, contra a rescisão.

(Por Juliana Schincariol)