Presidente do Conselho da Syngenta estabelece requisitos para oferta "séria" pela empresa

terça-feira, 23 de junho de 2015 07:38 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - O presidente do Conselho da Syngenta SYNN.VX, Michel Demare, disse que qualquer oferta de compra da empresa precisa ter um valor justo e fornecer alto grau de certeza para evitar obstáculos regulatórios, ao reafirmar a oposição da companhia suíça à atual proposta da Monsanto (MON.N: Cotações).

A Syngenta, maior fabricante de sementes e agroquímicos do mundo, rejeitou uma abordagem inicial da Monsanto, em maio, em parte porque a proposta não respondia a preocupações regulatórias.

A empresa norte-americana, então, ofereceu pagar à Syngenta 2 bilhões de dólares caso a fusão não obtivesse aprovação de reguladores, mas essa proposta também foi considerada "totalmente inadequada".

O presidente do Conselho da Syngenta disse que a companhia consideraria propostas futuras, mas apenas se elas atendessem a determinados requisitos.

"Uma proposta séria para comprar a Syngenta tem que ser feita com o valor total e justo", disse Demare em um vídeo no canal da companhia no YouTube.

"Tem que mostrar para os acionistas os benefícios inerentes da combinação. E tem que fornecer um alto grau de certeza de que a transação será fechada, incluindo compensação em caso de o acordo falhar."

(Por Joshua Franklin)