Expansão empresarial da zona do euro acelera em junho para máxima em 4 anos, mostra PMI

terça-feira, 23 de junho de 2015 08:39 BRT
 

Por Sumanta Dey

(Reuters) - O setor privado da zona do euro expandiu no ritmo mais rápido em quatro anos neste mês, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), dando o mais claro sinal de uma recuperação sólida na região.

As boas leituras para a zona do euro foram complementadas por pesquisas da Alemanha e França, as duas maiores economias do bloco, que mostraram que tanto as indústrias quanto o setor de serviços cresceram muito mais rapidamente que o esperado.

O PMI Composto preliminar do Markit, com base em pesquisas junto a milhares de empresas e considerado um bom indicador de crescimento, subiu a 54,1 em junho ante 53,6, igualando a projeção mais otimista em pesquisa da Reuters. Foi a leitura mais alta desde maio de 2011.

"Esta é uma alta decente em termos de atividade empresarial, demanda e crescimento de empregos e indica crescimento econômico de 0,4 por cento no segundo trimestre", disse Chris Williamson, economista-chefe do Markit.

O dominante setor serviços do bloco teve a maior contribuição para o resultado, com o PMI relativo saltando para máxima de quatro anos de 54,4 ante 53,8 em maio, acima de todas as projeções.

Já o PMI de indústria avançou para 52,5 ante 52,2, nível mais alto em mais de um ano.

 
Moedas e bandeira do Euro em fotografia ilustrativa.     29/05/2015    REUTERS/Dado Ruvic