Novo Alfa Romeo da Fiat Chrysler será teste para presidente-executivo

terça-feira, 23 de junho de 2015 09:46 BRT
 

MILÃO (Reuters) - A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) vai lançar o primeiro de uma série de novos carros Alfa Romeo na quarta-feira, o alicerce de seu plano de recuperação e possivelmente uma oportunidade para atrair um parceiro de fusão rico em caixa.

O presidente-executivo, Sergio Marchionne, está apostando na marca de 105 anos de idade Alfa Romeo para ajudar a FCA a enfrentar as rivais alemãs BMW, Audi e Mercedes-Benz no mercado de carros de luxo que tem margens altas e cresce rapidamente.

O novo sedan terá um motor de seis cilindros derivado da marca Ferrari, também da FCA, e vai aproveitar a história de corridas da Alfa Romeo para ajudar o carro a se destacar ante "rivais alemãs entediantes", disseram à Reuters fontes de fornecedores.

Porém, Marchionne enfrenta uma batalha difícil para convencer motoristas de que a Alfa se livrou da reputação de qualidade e serviços ruins, e para persuadir investidores que ele tem a fórmula -- e o dinheiro -- para ter sucesso onde relançamentos anteriores fracassaram.

O novo Alfa e sete modelos que ainda vão vir, incluindo um utilitário esportivo, terão que desafiar marcas bem estabelecidas que são líderes em inovação e têm o apoio de companhias controladoras financeiramente fortes.

Em comparação, a FCA está carregada de dívidas, suas margens estão sob pressão no seu centro de lucro da América do Norte onde a demanda parece estar se aproximando de um pico, e também enfrenta uma forte desaceleração no Brasil.

(Por Agnieszka Flak)