China remove relação empréstimos sobre depósitos para bancos comerciais

quarta-feira, 24 de junho de 2015 08:39 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O governo chinês anunciou nesta quarta-feira que aprovou um projeto de emenda à lei de bancos comerciais do país, removendo a antiga exigência da proporção de empréstimos sobre depósitos, para impulsionar os empréstimos bancários em meio ao crescimento econômico em desaceleração.

Os bancos chineses não podem emprestar mais de 75 por cento de seus depósitos sob a lei atual, o que limita a capacidade dos bancos.

A mudança vai "fortalecer a capacidade das instituições financeiras de emprestar mais ao setor de agricultura e a pequenas empresas", disse o Conselho de Estado em comunicado publicado online.

O projeto de emenda será enviado para aprovação ao Comitê Permanente do Congresso Nacional do Povo, o Parlamento chinês.

O Conselho de Estado disse também que estabelecerá um fundo de seguro nacional de 300 bilhões de iuanes (48,34 bilhões de dólares) para investir em fundos domésticos e estrangeiros que financiam construções urbanas, projetos de regeneração e água e também projetos-chave na iniciativa chinesa conhecida como "um cinturão, uma estrada".

(Por Shu Zhang e Koh Gui Qing)