Câmara muda projeto das desonerações e inclui setor de confecção no rol de exceções

quinta-feira, 25 de junho de 2015 16:34 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira uma emenda ao projeto que reverte parte das desonerações da folha de pagamento, permitindo que o setor de vestuário e acessórios seja incluído numa lista especial com uma elevação intermediária de alíquota.

O projeto prevê a elevação de 150 por cento das alíquotas de contribuição previdenciária sobre a receita bruta, mas permitia uma reoneração menor para os setores de comunicação social, transporte de passageiros, call centers e o setor de calçados, este último incluído de última hora pelo relator.

A emenda aprovada nesta quinta, apresentada pelo PSDB, inclui o setor de confecção e acessórios nesse conjunto que terá um aumento menor das alíquotas.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)