Bovespa cai 1,24% com Petrobras e noticiário local negativo

quinta-feira, 25 de junho de 2015 17:42 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou a quinta-feira em queda, com o declínio das ações da Petrobras entre as maiores pressões negativas, em sessão com dados negativos de arrecadação e emprego no Brasil e piora nos pregões em Wall Street por preocupações com a Grécia.

O Ibovespa, principal índice acionário brasileiro, caiu 1,24 por cento, a 53.175 pontos. O volume financeiro somou 6,5 bilhões de reais.

O Ibovespa tocou a mínima do dia por volta do meio-dia, de 52.879 pontos, após a Folha de S.Paulo noticiar em seu seu site que um habeas corpus preventivo foi impetrado pedindo que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não seja preso na operação Lava Jato.

À tarde, a 13ª Vara da Justiça Federal do Paraná, que concentra as ações sobre o caso, informou que Lula não é investigado pela Lava Jato, que apura um esquema de bilionário de corrupção na Petrobras.

A pauta macroeconômica local endossou o tom pessimista, com a arrecadação de impostos caindo em maio para o pior resultado em cinco anos, enquanto a taxa de desemprego subiu para a máxima em cinco anos.

O Tesouro Nacional ainda informou que o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência Social) registrou déficit primário de 8,051 bilhões de reais em maio.

Também pressionaram as aprovações na Câmara dos Deputados ligadas ao projeto de lei que reverte desonerações da folha de pagamentos e a ampliação das regras de reajuste do salário mínimo aos aposentados.

Wall Street abandonou ganhos iniciais por números norte-americanos e diante da ausência de progressos na questão grega, apesar da alta de papéis de saúde. O S&P 500 caiu 0,3 por cento.   Continuação...