Bolsas dos EUA fecham em queda, mas setor de saúde avança

quinta-feira, 25 de junho de 2015 18:01 BRT
 

Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em queda nesta quinta-feira, mas as ações do setor de saúde subiram após a Suprema Corte dos EUA mostrar-se favorável à reforma do presidente Barack Obama para o sistema de saúde.

O Dow Jones caiu 0,42 por cento, a 17.890 pontos. O S&P 500 cedeu 0,3 por cento, a 2.102 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq caiu 0,2 por cento, a 5.112 pontos.

As ações de energia lideraram as quedas, com o índice do setor no S&P 500 caindo 1 por cento, acompanhando a queda dos preços do petróleo.

Incertezas sobre a Grécia também limitaram o otimismo.

O índice do setor de saúde subiu 0,5 por cento após a Suprema Corte decidir que a lei de 2010 conhecida como Obamacare não restringia subsídios aos estados.

Operadoras de hospitais ficaram entre as maiores beneficiadas pela decisão, aliviando investidores que temiam o desaparecimento do crescente número de clientes pagantes criado pelo Obamacare.

Wall Street continuou acompanhando a situação da dívida grega, conforme o país novamente falhou em fechar um acordo com seus credores internacionais.