Executivo da UE publica oferta que Tsipras rejeitou

domingo, 28 de junho de 2015 11:37 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Europeia, em uma ação incomum que destaca a frustração com o governo grego, publicou neste domingo o que disse ter sido a última proposta que os credores fizeram a Atenas antes de as negociações sobre financiamento terem entrado em colapso.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, convocou um referendo para o próximo domingo pedindo que o povo rejeite a oferta sobre a mesa em Bruxelas, levando a reunião do Eurogrupo de ministros das Finanças no sábado a dizer que o esquema de resgate tinha agora acabado.

"No interesse da transparência e para a informação do povo grego, a Comissão Europeia está publicando as mais recentes propostas", disse o Executivo da UE em comunicado, acrescentando elas haviam sido definidas por ele próprio, pelo Banco Central Europeu e pelo Fundo Monetário Internacional, levando em consideração propostas gregas feitas durante as últimas três semanas.

Destacando que os negociadores trabalharam até tarde da noite de sexta-feira, a Comissão Europeia disse: "O entendimento de todas as partes envolvidas foi de que essa reunião do Eurogrupo deveria alcançar um acordo abrangente para a Grécia, um que incluísse não apenas as medidas a serem definidas conjuntamente, mas que também teria lidado com necessidades futuras de financiamento e a sustentabilidade da dívida grega."

O Eurogrupo não conseguiu, entretanto, aprovar o acordo "devido à decisão unilateral das autoridades gregas de abandonar o processo", disse a Comissão em comunicado acompanhado por uma lista de 10 páginas de leis que formalizem promessas de reformas com as quais Atenas teria que concordar em relação a impostos e gastos para receber recursos.

(Reportagem de Alastair Macdonald e Robin Emmott)