S&P corta rating da Samarco para "BB-" e mantém observação negativa

segunda-feira, 23 de novembro de 2015 22:23 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A agência de classificação de risco Standard and Poor's rebaixou em dois degraus nesta segunda-feira os ratings da Samarco Mineração, joint venture da brasileira Vale e da anglo-australiana BHP Billiton, devido a incertezas causadas pelo rompimento da barragem em Mariana, Minas Gerais.

O rating em escala global foi cortado para "BB-" ante "BB+", enquanto a nota em escala nacional foi rebaixada para "brA-" de "brAA+". A agência manteve a observação negativa dos ratings para possível novo rebaixamento.

"Estas ações refletem dificuldades da Samarco para recuperar suas operações, possíveis multas e fluxos de caixa fracos que estão minando as finanças da empresa, aumentando os passivos e enfraquecendo a liquidez", disse a S&P.

No início do mês, a barragem de rejeitos de Fundão, da unidade de Germano, se rompeu causando mortes e o maior desastre ambiental do país. Desde então, a unidade de produção de pelotas de minério da Samarco está paralisada.