Taxa de desemprego no Brasil sobe a 8,9% no 3º tri, mostra Pnad Contínua

terça-feira, 24 de novembro de 2015 09:44 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A taxa de desemprego no Brasil subiu a 8,9 por cento no 3º trimestre e voltou a renovar o maior patamar da série iniciada em 2012, apontou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua divulgada nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No trimestre até agosto, a taxa havia alcançado 8,7 por cento e havia ficado em 8,3 por cento no segundo trimestre. A expectativa em pesquisa da Reuters junto a economistas era de que o desemprego chegasse a 8,9 por cento no terceiro trimestre.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

 
Fila para preenchimento de ficha para vagas de emprego em São Paulo.  12/11/2015      REUTERS/Nacho Doce