Negociações sobre comércio mundial na OMC estão travadas antes de reunião, diz Azevêdo

quinta-feira, 26 de novembro de 2015 14:24 BRST
 

Por Tom Miles

GENEBRA (Reuters) - As negociações sobre o comércio mundial estão travadas e os ministros não devem encontrar uma saída quando se reunirem em Nairóbi no próximo mês, afirmou nesta quinta-feira o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo.

"Nós claramente estamos travados nas negociações nesse momento", disse ele em entrevista à imprensa. "Acho que será muito difícil conciliar as opiniões. Eu diria impossível nesse momento."

A OMC tem tentado e falhado em chegar a um acordo sobre um pacote mundial de reformas comerciais desde que uma reunião em Doha em 2001 esboçou um plano ambicioso para derrubar as barreiras comerciais.

Desde então a OMC conseguiu fechar acordo sobre poucas mudanças às regulações comerciais globais.

Há dois anos a organização concordou em padronizar e agilizar prodecimentos alfandegários, e a reunião em Nairóbi ainda pode ter acordos em outras questões, com o fim de tarifas em 1,3 trilhão de dólares de exportações de tecnologia da informação.

O Brasil e a União Europeia também lideram uma tentativa de acanar com subsídios à exportação agrícola em Nairóbi.

Mas as diferenças sobre a chamada Rodada de Doha nunca acabaram e a 10ª conferência ministerial da OMC, que começa em Nairóbi em 15 de dezembro, não deve resultar em uma visão comum sobre como avançar com as discussões.

"Acho que é muito improvável que aconteça", disse Azevêdo.