Bancos sustentam alta de 0,6% da Bovespa em sessão com giro fraco sem Wall St

quinta-feira, 26 de novembro de 2015 17:39 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou com o seu principal índice em alta nesta quinta-feira, amparada na recuperação de ações de bancos, mas com liquidez reduzida por feriado nos Estados Unidos e com investidores ainda receosos com potenciais reflexos dos recentes desdobramentos da operação Lava Jato.

O Ibovespa subiu 0,6 por cento, a 47.145 pontos.

O giro financeiro totalizou 3,99 bilhões de reais, bem abaixo da média diária do ano de 6,8 bilhões de reais, em razão da ausência de Wall Street por causa do feriado do Dia de Ação de Graças.

As prisões do líder do governo no Senado, senador Delcídio do Amaral (PT-MS), e do banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, no âmbito da operação que investiga esquema de corrupção envolvendo a Petrobras, derrubaram o Ibovespa na quarta-feira e ainda inspiravam preocupações.

Há preocupações de que as negociações do governo no Congresso Nacional, principalmente para a votação de medidas fiscais, sejam impactadas pela prisão do senador Delcídio, enquanto a prisão de Esteves alimentava alguma apreensão sobre efeitos no mercado local de crédito, além do impacto na própria instituição.

DESTAQUES

=ITAÚ UNIBANCO e BRADESCO avançaram 1,47 e 2,19 por cento, respectivamente, após caírem quase 5 por cento na véspera, dando suporte ao fechamento positivo do Ibovespa. BANCO DO BRASIL subiu 2,59 por cento.   Continuação...