Wall St fecha estável; Disney e varejistas pressionam preocupadas com vendas

sexta-feira, 27 de novembro de 2015 17:24 BRST
 

Por Sinead Carew

(Reuters) - As ações norte-americanas fecharam com pouca variação nesta sexta-feira, em uma sessão com baixo volume, enquanto papéis do setor de consumo recuaram depois que investidores ficaram apreensivos com os números iniciais das compras de fim de ano nos Estados Unidos e com a perda de assinantes da Disney.

O índice Dow Jones fechou com variação negativa de 0,08 por cento, a 17.798 pontos, o S&P 500 avançou 0,06 por cento, para 2.090 pontos, enquanto o Nasdaq subiu 0,22 por cento, a 5.127 pontos.

O mercado norte-americano fechou três horas mais cedo nesta sexta-feira, após o feriado do Dia de Ação de Graças na quinta-feira, quando muitos operadores tiraram o dia de folga.

O volume de negócios foi modesto, com 2,79 bilhões de ações trocando de mãos nas bolsas dos EUA, na comparação com a média de 7 bilhões de ações negociadas nas sete sessões anteriores.

O Dia de Ação de Graças dá início à importante temporada de compras de fim de ano nos EUA, durante a qual varejistas garantem de 20 a 40 por cento das vendas anuais.

O papel da Walt Disney, maior peso nos índices Dow e S&P, caiu 2,9 por cento, depois que a empresa afirmou na noite de quarta-feira que sua rede esportiva ESPN perdeu 3 milhões de assinantes em 2015.

(Reportagem adicional de Tanya Agrawal)