Dependência do BTG Pactual em captações no mercado pode ser desafio para Arida

sexta-feira, 27 de novembro de 2015 19:30 BRST
 

Por Guillermo Parra-Bernal e Tatiana Bautzer

SÃO PAULO (Reuters) - A dependência do BTG Pactual (BBTG11.SA: Cotações) em captações no mercado pode representar um desafio imediato para o novo presidente Persio Arida, que procurou acalmar os clientes nesta sexta-feira, enquanto as ações caíram pelo terceiro dia consecutivo.

O banco de investimento nomeou Arida, ex-presidente do Banco Central, como presidente interino, após a prisão do fundador e acionista controlador André Esteves na quarta-feira, dentro de uma investigação arrebatadora sobre corrupção.

Ações e bônus do maior banco de investimentos independente da América Latina caíram e alguns clientes sacaram recursos de unidade de gestão de ativos do banco desde a detenção Esteves.

Com esse pano de fundo mercado hostil, o BTG Pactual tem de refinanciar 15,3 bilhões de reais, ou cerca de 55 por cento do financiamento de seu braço bancário, no prazo de 90 dias. Com empréstimos de longo prazo e capital próprio que cobrem apenas 23 por cento das necessidades de financiamento do grupo, Arida tem que convencer investidores a manter dinheiro no banco por mais tempo, mesmo que isso signifique pagar mais por isso.

Com a maior parte das receitas oriundas da tesouraria, um perfil robusto de financiamento é crucial para o BTG Pactual tranquilizar parceiros comerciais e investidores que pode seguir adiante mesmo a prisão de Esteves, queria fazer do BTG Pactual o maior banco de investimento independente em mercados emergentes.

"A capacidade do BTG Pactual para financiar operações, e a que custo, é uma das coisas mais importantes para monitorar nos próximos dias e semanas", disse Saúl Martínez, analista da JPMorgan .

Segundo uma fonte com conhecimento direto da estratégia do banco, o uso conservador de caixa e um balanço com cerca de 25 bilhões de reais em recursos altamente líquidos fornece um colchão contra necessidades de financiamento de curto prazo.

A fonte adicionou que novos empréstimos foram interrompidos para proteger o caixa. O financiamento externo até agora segue disponível e estável, disse a fonte, que pediu anonimato.   Continuação...