EUA estabelecem meta de 18,1 bi galões para 2016 em combustíveis renováveis

segunda-feira, 30 de novembro de 2015 19:20 BRST
 

(Reuters) - A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) anunciou as metas para o uso de biocombustíveis para 2014/2016, requerendo que as empresas de energia misturem 18,1 bilhões de galões de combustíveis renováveis na oferta de combustíveis do país no próximo ano.

A aguardada meta de obrigatoriedade do Padrão de Combustíveis Renováveis (RFS, na sigla em inglês) da EPA coloca os requerimentos de etanol para o próximo ano em 14,5 bilhões de galões, representando um aumento ante a proposta da agência em maio e alinhado com dados divulgados pela Reuters antes do anúncio.

O mandato do RFS provavelmente disparará críticas de grupos de biocombustíveis, que sentem que os níveis ficam abaixo das metas do Congresso dos EUA, e de empresas de petróleo que argumentam que não podem misturar mais renováveis à gasolina.

A EPA definiu o volume total de combustíveis renováveis em 16,93 bilhões de galões para o ano atual e 16,28 bilhões de galões para 2014, em comparação com uma proposta de maio de 16,30 bilhões e 15,93 bilhões, respectivamente.

Isso colocou a meta para o uso de etanol em 2016 em 14,5 bilhões de galões, ante 14,05 bilhões em 2015 e 13,61 bilhões em 2014. O volume é maior do que em uma proposta de maio e ligeiramente acima das expectativas de aumentos.

(Por Chris Prentice)