Atividade industrial da China atinge mínima de 3 anos em novembro, mostra PMI oficial

terça-feira, 1 de dezembro de 2015 11:07 BRST
 

Por Sue-Lin Wong e Xiaoyi Shao

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial da China atingiu em novembro mínima de três anos, mostrou nesta terça-feira a Pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial, sustentando os argumentos para mais políticas expansionistas no momento em que autoridades buscam elevar o crescimento.

O PMI oficial divulgado pela Agência Nacional de Estatísticas da China chegou a 49,6 em novembro, leitura mais baixa desde agosto de 2012 e ante 49,8 no mês anterior.

O resultado ficou abaixo da expectatia em pesquisa da Reuters de 49,8 e marcou o quarto mês seguido de contração no setor.

"Com o ímpeto de crescimento fraco e as pressões deflacionárias aumentando, esperamos que as autoridades afrouxem ainda mais a política monetária e continuem a implementar uma política fiscal expansionista para impedir mais desaceleração da economia em 2016", disseram em nota os economistas da ANZ Li-Gang Liu e Louis Lam.

Separadamente, o PMI de indústria do Caixin/Markit subiu para 48,6 em novembro, superando as expectativas do mercado de 48,3, mesmo nível registrado no mês anterior. O índice agora mostra contração há nove meses seguidos.

A pesquisa do Caixin foca mais em empresas privadas de pequeno a médio porte, enquanto a versão oficial obseva mais empresas estatais maiores.

Já o setor de serviços, que tem ajudado a compensar os efeitos da fraqueza na indústria, melhorou, com o PMI oficial subindo para 53,6 ante 53,1 em outubro.

 
REUTERS/China Daily