André Esteves deixa controle do BTG Pactual nas mãos de outros sete sócios

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015 10:27 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O BTG Pactual informou nesta quarta-feira que o banqueiro André Esteves, preso desde a semana passada, deixou o controle da instituição financeira em uma operação de permuta de ações com os outros sete principais sócios do banco de investimentos.

Com a mudança, os sócios Marcelo Kalim, Roberto Sallouti, Persio Arida, Antonio Carlos Porto Filho, James Marcos de Oliveira, Renato Monteiro dos Santos e Guilherme da Costa Paes passarão a exercer o controle do BTG Pactual por meio de uma holding a ser criada por eles, segundo fato relevante.

A mudança no controle depende de aprovação pelo Banco Central.

Até a noite de terça-feira, o BTG Pactual afirmava que ainda não havia qualquer definição sobre a participação societária de Esteves no grupo.

Mais cedo nesta quarta, o BTG Pactual anunciou a venda de participação na rede hospitalar Rede D'Or São Luiz para o fundo soberano de Cingapura, que já era sócio da companhia, por 2,38 bilhões de reais. A venda deve ajudar o BTG Pactual a repor parte do dinheiro que deixou a instituição desde a prisão de Esteves na quarta-feira passada, acusado de interferir na operação Lava Jato, da Polícia Federal, que investiga esquema bilionário de corrupção na Petrobras.

Na segunda-feira, duas fontes com conhecimento do assunto disseram à Reuters que o BTG Pactual negocia a cessão de cerca de 4 bilhões de reais em carteiras de empréstimos aos rivais Itaú Unibanco e Bradesco, também para reforçar suas finanças.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

 
Banqueiro André Esteves, que deixou o controle do BTG Pactual após ser preso pela PF. 22/07/2014 REUTERS/Nacho Doce