Grupo de sócios do BTG Pactual assume controle de banco no lugar de Esteves

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015 17:04 BRST
 

Por Guillermo Parra-Bernal e Tatiana Bautzer

SÃO PAULO (Reuters) - Um grupo de sócios do BTG Pactual assumiu nesta quarta-feira o controle do banco de investimentos no lugar de André Esteves, na tentativa de distanciar a instituição do banqueiro após ele ter sido preso há uma semana acusado de interferir na investigação da operação Lava Jato.

Em fato relevante, o BTG Pactual informou que Esteves concordou em trocar ações com outros sete sócios fundadores do grupo.

Os sócios Marcelo Kalim, Roberto Sallouti, Persio Arida, Antonio Carlos Porto Filho, James Marcos de Oliveira, Renato Monteiro dos Santos e Guilherme da Costa Paes passarão a exercer o controle do BTG Pactual por meio de uma holding a ser criada por eles.

Pelo acordo, as ações com direito a voto de Esteves na BTG Pactual Holding foram transformadas em ações preferenciais. Ao mesmo, o inverso foi feito com ações dos sete sócios, que foram convertidas de preferenciais em ordinárias. Segundo o BTG Pactual, a mudança no controle não exigirá a realização de Oferta Pública de Aquisição (OPA) aos acionistas minoritários.

Mais cedo, uma fonte havia antecipado à Reuters que a saída de Esteves do controle do grupo não envolvia dinheiro. Ainda segundo essa fonte, a partir de agora todas as decisões estratégicas sobre o BTG Pactual serão tomadas por maioria dos sete principais sócios.

Esteves tinha cerca de 29 por cento do grupo e uma ação de classe especial que dava a ele poder de veto em decisões estratégicas.

O banqueiro, que era tido como um dos homens de negócios mais influentes do Brasil com trânsito entre políticos e empresários, já tinha renunciado no domingo de todos os cargos executivos na instituição financeira, onde acumulava as funções de presidente do Conselho e presidente-executivo do banco e da BTG Pactual Participations, braço de participações do grupo.

A mudança no controle depende de aprovação pelo Banco Central. Até a noite da véspera, o BTG Pactual afirmava que ainda não havia qualquer definição sobre a participação de Esteves no capital do grupo.   Continuação...

 
O banqueiro André Esteves, que deixou de ser o controlador do BTG Pactual. 24/07/2014. REUTERS/Nacho Doce