Bovespa recua pelo 4º pregão com cautela ante de ausência de desfecho no cenário político

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015 18:06 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO(Reuters) - A bolsa paulista fechou em leve queda nesta quarta-feira, com o cenário político e fiscal ainda alimentando o viés defensivo nos negócios e sustentando o Ibovespa no vermelho pelo quarto pregão seguido, enquanto a cena externa não trouxe alento, com forte queda de commodities e perdas nos pregões em Wall Street.

O Ibovespa caiu 0,29 por cento, a 44.914 pontos. O giro financeiro totalizou 7,6 bilhões de reais.

O Congresso Nacional está realizando sessão nesta tarde para analisar a mudança da meta fiscal de 2015 do governo, importante projeto com repercussões para a situação fiscal e política do país. Sem esse desfecho e com a falta de progresso na apreciação do processo que pede a cassação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os investidores mantiveram a cautela.

Nos Estados Unidos, o índice S&P 500 recuava cerca de 1 por cento na sequência dos comentários da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, sugerindo que o banco central norte-americano pode estar pronto para elevar os juros.

DESTAQUES

=BTG PACTUAL, que não faz parte do Ibovespa, fechou em queda de 1,48 por cento, depois de ter as negociações suspensas durante boa parte do pregão, seguindo o anúncio da saída de André Esteves do controle do grupo. O BTG Pactual também anunciou a venda de fatia da Rede D'Or São Luiz ao fundo soberano de Cingapura GIC. A instituição financeira ainda foi alvo de downgrade por agências de classificação de risco.

  Continuação...