UE vê aumento em produção de açúcar com fim de política de cotas

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015 18:21 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - A produção de açúcar branco na União Europeia deve aumentar para quase 18 milhões de toneladas em 2025, cerca de 5 por cento acima da média dos anos precedentes à expiração da cota da UE em 2017, e mais de 15 por cento acima de 2015, disse a Comissão Europeia nesta quarta-feira.

A estimativa de produção para 2025, feita na Conferência de Perspectivas Agrícolas da União Europeia, se compara com uma estimativa de 15,3 milhões de toneladas para 2015 divulgada pela Comissão em suas projeções de outono.

Como parte de uma reforma na política agrícola da União Europeia, os estados concordaram em liberalizar a produção de açúcar em 2017 e abolir os preços mínimos do açúcar de beterraba, considerados culpados por limitar a exportação.

Muitos produtores de açúcar europeus disseram que desejam elevar a produção de açúcar para enfrentar o fim das cotas.

"Até o fim da perspectiva a UE deve se tornar uma exportadora líquida de açúcar branco", disse em suas estimativas agrícolas 2015/2025.

A Comissão estima que os preços do açúcar branco na UE continuarão em 2016 com a recuperação iniciada este ano, para 495 euros por tonelada, ante 485 euros por tonelada em 2015, mas cairiam no longo prazo e convergiriam com os preços globais.

(Por Sybille de La Hamaide)