BC vê mais inflação em 2015 e 2016 e diz que tomará "medidas necessárias"

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015 08:57 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Central piorou sua previsão para a inflação neste ano e em 2016, afirmando que ambas estão acima do centro da meta --de 4,5 por cento pelo IPCA, com margem de dois pontos percentuais para mais ou menos--, e afirmou que tomará as "medidas necessárias" para controlar a escalada de preços independentemente das demais políticas, segundo ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta quinta-feira.

Na semana passada, o BC decidiu manter a Selic em 14,25 por cento ao ano, mas numa decisão dividida, com dois membros do Copom optando por elevar a taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, em meio à piora nas expectativas de inflação e no cenário de indefinições fiscais e turbulências políticas no país.

(Por Patrícia Duarte)