Exportador argentino diz que novo governo baixará impostos de farelo e óleo de soja

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015 11:33 BRST
 

Por Maximiliano Rizzi

BUENOS AIRES (Reuters) - O governo que tomará posse na Argentina na próxima semana reduzirá impostos para exportação de farelo e óleo de soja, entre outras medidas que darão apoio ao setor industrial do país que é o maior exportador global desses dois produtos, disse o presidente da Câmara Agroexportadora da Argentina (Ciara-CEC), Alberto Rodríguez, em entrevista à Reuters.

O presidente eleito Mauricio Macri já prometeu baixa em cinco pontos percentuais por ano no imposto de 35 por cento das exportações de soja em grãos, mas o presidente da Ciara-CEC disse que o mesmo vai acontecer com o impostos para os embarques de farelo e óleo.