Leilão de cotas do FII BTG Pactual Corporate Office Fund gira R$174 mi

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015 17:38 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O leilão de cotas do fundo de investimento imobiliário FII BTG Pactual Corporate Office Fund movimentou 174,2 milhões de reais na Bovespa nesta quinta-feira, com a colocação de 1.725.005 cotas a 101 reais cada, de acordo com informações de três profissionais do mercado de renda variável.

A oferta inicial do participante não controlador do fundo era de 1.722.305 cotas, conforme informou a Agência Bovespa na quarta-feira, destacando que seria permitida a livre interferência de compradores e vendedores no leilão.

Fontes disseram à Reuters que o vendedor era um veículo de investimento ligado ao Grupo BTG Pactual, que tem enfrentado saques significativos de seus fundos após a prisão do banqueiro André Esteves em 25 de novembro.

A nova gestão do BTG Pactual está correndo para vender participações em empresas, carteiras de empréstimos e outros ativos para fazer caixa e restaurar a confiança de clientes e de investidores na sequência da prisão de Esteves, na semana passada.

A corretora BTG Pactual intermediou a venda e a corretora Credit Suisse foi a intermediadora compradora.

A BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM, afiliada do vendedor, é administradora do fundo. A BTG Pactual Gestora de Recursos LTDA., afiliada do vendedor, é gestora do fundo.

Entre 25 e 27 de novembro, os fundos de investimentos do BTG Pactual tiveram resgates líquidos de 9,15 bilhões de reais, segundo dados do Sistema de Informações Anbima divulgados na quarta-feira.

(Por Paula Arend Laier, com reportagem adicional de Guillermo Parra-Bernal e Tatiana Bautzer)