Mercados asiáticos caem após estímulo do BCE decepcionar operadores

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015 08:03 BRST
 

Por Nichola Saminather e Hideyuki Sano

CINGAPURA/TÓQUIO (Reuters) - As ações asiáticas se juntaram à queda dos mercados globais nesta sexta-feira após o pacote de estímulos do Banco Central Europeu (BCE) ficar bem abaixo das expectativas elevadas do mercado.

Às 7h58 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,82 por cento, estendendo as perdas da semana para 0,3 por cento.

O índice Nikkei do Japão caiu 2,2 por cento, sua maior queda diária desde 29 de setembro. Na semana o índice teve desvalorização de 1,9 por cento, a maior em três meses.

O índice CSI300 da China também recuou, 1,91 por cento, encolhendo os ganhos da semana para 3,4 por cento.

A ação começou após o BCE cortar sua taxa de depósito ainda mais fundo no território negativo e prorrogar suas compras de ativos por mais seis meses.

O corte de 0,10 ponto percentual, para -0,30 por cento, foi menor do que um de 0,15 a 0,20 ponto percentual que muitos operadores esperavam.

O banco central também não elevou a quantidade de títulos que ele compra enquanto a prorrogação de seis meses do programa foi entendida como mínima, dado que os operadores imaginavam uma extensão de um ano ou até mesmo sem um fim determinado.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,18 por cento, a 19.504 pontos.   Continuação...