BCE reduziu ambição por estímulo após encontrar oposição, dizem fontes

sábado, 5 de dezembro de 2015 19:02 BRST
 

Por Balazs Koranyi e John O'Donnell

FRANKFURT (Reuters) - Indicações do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, antes da reunião de quinta-feira, de que a zona euro poderia precisar de mais uma grande injeção de dinheiro tiveram efeitos negativos, fortalecendo a determinação de representantes mais conservadores de bancos centrais que o criticaram por criar expectativas muito elevadas, disseram fontes familiarizadas com as discussões.

O presidente do BCE e seu economista-chefe Peter Praet criaram expectativas com discursos "dovish" nas semanas que antecederam a reunião, mas o Conselho do BCE concluiu que os mercados precisavam ser decepcionados desta vez, porque a perspectiva econômica melhorou e novas projeções de inflação não foram tão ruins como se temia, disseram as fontes.

O BCE cortou sua taxa de depósito na quinta-feira e estendeu seu programa de compras de ativos mensais por seis meses para impulsionar a inflação persistentemente baixa e o crescimento econômico. No entanto, as medidas foram consideradas pelo mercado como o mínimo necessário devido aos sinais anteriores do banco.

Uma fonte com conhecimento direto da situação interpretou a posição pública de Draghi antes da reunião como uma tentativa de pressionar o Conselho do BCE a agir mais.

"Draghi levou as expectativas a patamares muito altos, de propósito, e tentou forçar o Conselho do BCE", disse a fonte. "Isso foi problemático e ele foi criticado por isso por vários diretores de forma privada".

Diferente do ano passado, quando opositores ao "quantitative easing" tornaram suas posições pública antes da decisão, os diretores com uma linha mais dura ficaram nos bastidores.

Opositores trabalharam para cercear propostas vindas dos comitês do BCE que prepararam as decisões, garantindo que algumas das medidas mais radicais esperadas pelos agentes de mercado nunca chegassem à mesa de discussões.

"No fim, o que foi adotado foi um conjunto de opções que poderia juntar uma maioria confortável. Medidas mais exóticas, obviamente, não poderiam e, consequentemente, não foram apresentadas", disse outra fonte.