BTG Pactual busca levantar R$442,5 mi com venda de parte das ações da BR Properties

terça-feira, 8 de dezembro de 2015 15:43 BRST
 

SÃO PAULO - O banco de investimentos BTG Pactual, que enfrenta crise de confiança desde a prisão de seu agora ex-controlador André Esteves, promoverá leilão para vender parte das ações que possui da empresa de imóveis comerciais BR Properties, em uma operação que deve movimentar 442,5 milhões de reais.

Em aviso à Agência Bovespa nesta terça-feira, a corretora do BTG Pactual informou que leiloará 59 milhões de ações da BR Properties, ou o equivalente a 19,78 por cento do capital da companhia, ao preço de 7,50 reais por papel, no dia 10, em operação entre 12h00 e 12h15 na Bovespa.

O nome do acionista não foi revelado, mas fonte a par do assunto disse à Reuters que se trata do banco BTG Pactual.

A instituição financeira tem quase 36 por cento do capital da BR Properties, de acordo com informações no site da empresa imobiliária.

Desde que Esteves foi preso no âmbito da operação Lava Jato, em 25 de novembro, o BTG Pactual vem enfrentando expressivos resgates de clientes. Para garantir liquidez, o banco tem vendido ativos e acertou uma linha de crédito de 6 bilhões de reais com o Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

A BR Properties acaba de distribuir dividendo extraordinário pela venda de alguns prédios à Brookfield Asset Management, o que ajudará a trazer cerca de 210 milhões de reais ao caixa do BTG Pactual, segundo a fonte ouvida pela Reuters, que falou sob condição de anonimato.

Às 15:29, a ação da BR Properties recuava 4,52 por cento, a 7,82 reais. No mesmo horário, o Ibovespa cedia 1,42 por cento.

No pior momento deste pregão, a ação da BR Properties chegou a cair quase 7,5 por cento. O papel desacelerava as perdas após a divulgação, pela companhia, de que o valor final em seu caixa após a venda de ativos é de 1,63 bilhão de reais.