Wall St fecha sessão volátil em queda; China e petróleo pesam

terça-feira, 8 de dezembro de 2015 20:19 BRST
 

Por Sinead Carew

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em queda nesta terça-feira, após sessão volátil, com o recuo dos preços do petróleo pressionando as ações do setor de energia pela quinta sessão e dados fracos de comércio da China reacendendo preocupações com a economia econômica global e derrubando ações de matérias-primas.

O índice Dow Jones caiu 0,92 por cento, a 17.568 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,65 por cento, a 2.063 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,07 por cento, a 5.098 pontos.

Os preços do petróleo rondaram as mínimas em sete anos após a commodity nos EUA cair abaixo de 37 dólares o barril e o Brent ir abaixo de 40 dólares o barril pela primeira vez desde o início de 2009, com receios de que os produtores mundiais vão extrair mais petróleo em um mercado saturado.

Dados mostraram que as importações da China caíram pelo 13º mês consecutivo, com declínio de 8,7 por cento em novembro ante novembro do ano passado.

O dado chinês aumentou a pressão sobre os setores de energia e de matérias-primas, conforme disparou receios sobre uma recessão global e preocupações com a demanda por commodities.

"A manutenção do petróleo nos EUA abaixo de 40 dólares é um certo choque para os investidores", disse o diretor de investimento da Solaris Group em Bedford Hills, Tim Ghriskey. "A China tem sido por algum o comprador à margem. Tradicionalmente, eles entrariam quando os preços caíssem e comprariam estoque de forma muito astuta."

As ações da petroleira Exxon caíram 2,8 por cento, respondendo pela principal influência negativa no S&P 500. O índice do setor de energia do S&P caiu 1,5 por cento na quinta retração seguida, acumulando queda de 10,4 por cento desde 1º de dezembro.