USDA eleva estimativa de estoques de milho nos EUA por exportações mais fracas

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015 16:09 BRST
 

WASHINGTON, (Reuters) - O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos elevou nesta quarta-feira sua estimativa para os estoques de milho do país em 25 milhões de bushels, mais do que os analistas estavam esperando, por causa de um enfraquecimento da demanda de exportações.

As previsões para os estoques de soja e trigo dos EUA ficaram inalteradas, disse o governo em seu relatório mensal de oferta e demanda.

Os estoques finais de milho para ano comercial de 2015/16 foram estimados em 1,785 bilhão de bushels, uma alta ante a projeção feita pelo governo em novembro de 1,760 bilhão de bushels. Analistas estavam esperando estoques finais de 1,768 bilhão de bushels, baseados na média das estimativas em uma pesquisa da Reuters.

O USDA cortou sua estimativa para exportações de milho em 50 milhões de bushels, para 1,750 bilhão. O USDA observou um aumento na demanda de exportações do milho do Canadá e do Brasil no mercado mundial. Uma temporada atrás, as exportações de milho dos EUA totalizaram 1,864 bilhão de bushels.

O governo norte-americano elevou sua estimativa para o uso do milho na fabricação de etanol para 5,2 bilhões de bushels ante 5,175 bilhões de bushels.

Os estoques finais de soja foram estimados em 465 milhões de bushels, uma máxima de nove anos, e ficaram ligeiramente acima da estimativa média dos analistas de 462 milhões de bushels. Os estoques finais de trigo de 911 milhões de bushels ficaram 7 milhões de bushels abaixo das expectativas do mercado.

No cenário global, o USDA elevou sua estimativa para os estoques finais mundiais de trigo acima das expectativas do mercado, amplamente devido ao aumento da produção no Canadá e na União Europeia.

Os estoques finais de trigo foram estimados em 229,86 milhões de toneladas, ante 227,30 milhões de toneladas em novembro e acima das estimativas dos analistas, que variavam entre 224 milhões de toneladas e 228,73 milhões de toneladas

O USDA estimou os estoques finais mundiais de soja em 82,58 milhões de toneladas, uma queda ante 82,86 milhões de toneladas em novembro, e estoques finais mundiais de milho em 211,85 milhões de toneladas, ante 211,91 milhões de toneladas.   Continuação...