Sócios locais querem comprar unidade chilena do BTG Pactual no curto prazo, diz jornal

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015 11:20 BRST
 

SANTIAGO (Reuters) - O grupo BTG Pactual está avaliando vender sua filial no Chile a sócios locais, em uma decisão que será definida na próxima semana, publicou um jornal chileno nesta quinta-feira.

Apesar da unidade chilena do BTG Pactual assegurar que sua situação financeira é robusta, os sócios chilenos do banco --Celfin Capital-- estão interessados em recuperar o controle da operação para se distanciarem o máximo possível dos problemas que afetam o grupo financeiro brasileiro.

Segundo o Diario Financeiro, os sócios chilenos do BTG Pactual estão dispostos a oferecer 200 milhões de dólares pelos ativos no país, mas o grupo brasileiro não está inclinado a aceitar menos de 400 milhões de dólares pela unidade.

Para facilitar as supostas negociações, o empresário chileno Jorge Errázuriz, um dos fundadores da Celfin, assumiu a tarefa de viajar a São Paulo para tentar obter um acordo com o BTG Pactual.

Procurado pela Reuters, o BTG Pactual Chile afirmou que não comenta rumores da imprensa.

(Por Antonio de la Jara)