Ações chinesas caem com iuan fraco, problemas na Fosun e IPOs

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 07:35 BRST
 

XANGAI (Reuters) - As ações chinesas terminaram a sessão desta sexta-feira em queda, na mínima em quase duas semanas, com a desvalorização do iuan e a ampliação dos problemas no conglomerado Fosun Group afetando a confiança dos investidores.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,41 por cento, para 3.608 pontos. O índice de Xangai recuou 0,58 por cento, para 3.435 pontos. Na semana o CSI300 acumulou perdas de 1,9 por cento, enquanto o SSEC teve desvalorização de 2,6 por cento.

A revista financeira Caixin citou na quinta-feira fontes não identificadas segundo as quais o bilionário fundador do Fosun Group não podia ser encontrado. A notícia afeta, potencialmente, um grande número de entidades listadas do grupo.

O mercado também era pressionado por uma série de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês), cujas subscrições começaram a partir desta sexta-feira.

Os investidores, já cautelosos com a possibilidade de um aumento dos juros nos Estados Unidos na próxima semana, estavam preocupados com mais desvalorização do câmbio chinês, que atingiu seu menor nível contra o dólar em quase quatro anos e meio.

(Reportagem de Samuel Shen e Pete Sweeney)