Conab eleva previsão de safra de soja 15/16 e de exportação do Brasil

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 10:13 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil deverá colher um recorde de 102,5 milhões de toneladas de soja em 2015/16, alta de cerca de 500 mil toneladas ante a projeção de novembro, apontou nesta sexta-feira a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em seu terceiro levantamento para a temporada.

Se confirmada a estimativa da safra que está em desenvolvimento, o Brasil elevaria em 6,5 por cento a produção ante o ciclo 2014/15. Com produção crescente, a Conab aumentou a sua previsão de exportações da oleaginosa em 2,5 milhões de toneladas ante a projeção de novembro, para 57,5 milhões de toneladas. Na safra passada, os embarques foram estimados em 54 milhões.

O levantamento aponta para um incremento na área plantada de soja de 3,4 por cento em relação ao ano anterior, para um recorde de 33,2 milhões de hectares, com a oleaginosa ganhando espaço do milho na safra de verão.

A Conab estimou a safra de milho em 82 milhões de toneladas, praticamente estável ante o levantamento de novembro (81,9 milhões), mas apontando uma queda de 3 por cento na comparação com a temporada passada.

A produção de trigo de 2015 foi rebaixada para 5,6 milhões de toneladas, ante 6,2 milhões na projeção de novembro, em meio a chuvas acima da média no Sul do Brasil. Na temporada passada, o Brasil colheu aproximadamente 6 milhões de toneladas.

Já a safra de algodão do Brasil 15/16 foi estimada em 1,5 milhão de toneladas (pluma), ante 1,48 mi t em novembro, com uma queda de 3,8 por cento ante a temporada passada.

Dessa forma, a colheita total de grãos e oleaginosas do Brasil 2015/16 foi estimada em 210,9 mi t, praticamente estável ante o levantamento de novembro, o que representa um crescimento de 1,5 por cento na comparação anual.

(Por Roberto Samora)

 
Homem olhando plantação de soja em Barreiras, Bahia.  27/02/2014    REUTERS/Ueslei Marcelino