Fusão da Dow Chemical e DuPont vai criar gigante química de US$130 bi

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 11:51 BRST
 

Por Swetha Gopinath

(Reuters) - As gigantes do setor químico DuPont e Dow Chemical chegaram a um acordo para se fundirem em uma negociação que envolveu ações e avalia as companhias combinadas em 130 bilhões de dólares, em uma vitória de investidores que poderá disparar mais consolidação na indústria de agroquímicos.

O acordo, que provavelmente vai enfrentar uma intensa apuração dos órgãos reguladores, permite que a nova companhia --a ser chamada de DowDuPont-- acomode ativos de diversos de seus negócios, que produzem de agroquímicos a plásticos.

A Dow e a DuPont têm lutado para lidar com o recuo na demanda por químicos agrícolas devido à queda nos preços das commodities e um dólar forte, mesmo com seus negócios de plásticos prosperando graças aos preços baixos do gás natural.

As companhias disseram que uma divisão proposta dentro do acordo vai criar negócios focados em agricultura, materiais e produtos especializados.

O presidente-executivo da DuPont, Ed Breen, vai ser o CEO da DowDuPont, e o CEO da Dow Chemical, Andrew Liveris, será o presidente do Conselho de Administração.

Os acionistas da Dow Chemical vão obter uma ação da nova companhia para cada ação da Dow que eles tiverem, enquanto os acionistas da DuPont vão conseguir 1,282 ação da DowDuPont para cada ação da DuPont detida.