Grécia e líderes do FMI e UE acertam reformas para destravar novos fundos de resgate

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 18:30 BRST
 

ATENAS (Reuters) - A Grécia e seus credores internacionais concordaram com um conjunto de reformas necessárias para que Atenas receba 1 bilhão de euros em novos recursos sob seu programa de resgate, disse a jornalistas nesta sexta-feira o ministro de Finanças grego, Euclid Tsakalotos.

As reformas se relacionam com a estrutura de um novo fundo de privatização, cujas receitas serão usadas para impulsionar investimento e pagar a dívida do país; uma mudança no setor de energia; e como abrir o mercado a empréstimos em atraso.

A última proposta de reforma deve ser submetida ao Parlamento no sábado. O governo tem o objetivo de garantir a aprovação para esse conjunto de reformas na terça-feira, para obter a parcela até 18 de dezembro.

(Por Lefteris Papadimas)