Wall St recua com a forte queda do petróleo aumentando as preocupações dos investidores

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 20:35 BRST
 

Por Marcus Howard

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em forte queda nesta sexta-feira, e o S&P 500 registrou a sua pior semana desde agosto, com a baixa nos preços do petróleo agravando o nervosismo dos investidores em relação à expectativa pela primeira alta de juros nos EUA em quase uma década.

O índice Dow Jones caiu 1,76 por cento, a 17.265 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 1,94 por cento, a 2.012 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 2,21 por cento, a 4.933 pontos.

O petróleo arrastou consigo o mercado como um todo, com os investidores preocupados com a possibilidade da fraqueza das commodities sinalizar uma desaceleração mais ampla.

Além disso, investidores também mostraram preocupações com a queda do iuan chinês e dos mercados de dívida de alto rendimento.

"O posicionamento tem sido claramente o de retirar a exposição a risco", disse o diretor de operações de ações da Wedbush Securities, Michael James.

As baixas ganharam força perto do fechamento conforme os investidores realizavam lucro em ações como Amazon, que teve um bom desempenho este ano, disse o chefe para estrutura de mercados da Bright Trading, Dennis Dick.

Na semana, o S&P 500 caiu 3,8 por cento, pior semana desde 21 de agosto. O Dow Jones teve baixa de 3,3 por cento e o Nasdaq recuou 4,1 por cento.

A persistência da queda nos preços do petróleo, que flertaram com as mínimas em 11 anos, aumentaram as incertezas dos investidores antes da reunião da próxima semana do Federal Reserve, banco central norte-americano, quando deve elevar a taxa de juros do país.