Índices chineses caem apesar de alta das ações imobiliárias

terça-feira, 15 de dezembro de 2015 07:31 BRST
 

XANGAI (Reuters) - Os índices chineses terminaram as operações desta terça-feira com leve queda, com a correção das ações bancárias e de matérias-primas contendo uma alta das empresas imobiliárias provocada por esperanças de mais medidas de suporte para o setor.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,46 por cento, para 3.694 pontos. O índice de Xangai caiu 0,28 por cento, para 3.510 pontos.

O líderes chineses, em um encontro antes de uma conferência de definição de agenda, comprometeram-se na segunda-feira a manter o crescimento econômico do país em uma "faixa razoável" em 2016 através da expansão da demanda doméstica e de aperfeiçoamentos do lado da oferta.

As ações imobiliárias subiram com o governo prometendo adotar mais medidas no próximo ano para ajudar as companhias a reduzirem seus custos, combater os grandes estoques de casas não vendidas e conter os riscos financeiros. Um índice que rastreia o setor saltou 3,1 por cento.

Mas as ações de bancos, infraestrutura e matérias-primas caíram com os investidores realizando lucros após a forte alta do dia anterior.

(Reportagem de Samuel Shen e Pete Sweeney)