Rio Tinto sela financiamento de US$4,4 bi para expansão de mina de cobre na Mongólia

terça-feira, 15 de dezembro de 2015 07:44 BRST
 

SYDNEY (Reuters) - A Rio Tinto fechou 4,4 bilhões de dólares em financiamento nesta terça-feira para uma massiva expansão de uma mina de cobre na Mongólia e uma decisão final sobre se a empresa prosseguirá com a construção será tomada no primeiro semestre de 2016.

A expansão subterrânea da mina Oyu Tolgoi é um dos três grandes projetos de crescimento da Rio Tinto, mesmo enquanto o setor corta gastos para passar por um momento de baixa nos preços de commodities.

"Este acordo está sendo preparado há mais de quatro anos e é um dos mais significativos de seu tipo na indústria de metais e mineração", disse o chefe para o segmento de cobre da Rio Tinto, Jean-Sebastien Jacques, a jornalistas em teleconferência.

A Rio Tinto e outras grandes mineradoras como BHP Billiton e MMG estão acumulando vastas posses de cobre em uma investida para capturar uma maior parcela do mercado global de 140 bilhões de dólares --tentativa de estarem preparadas para uma reviravolta na sorte do metal que a maioria acredita estar ainda longe.

Separadamente e em joint ventures, as empresas pretendem minerar milhões de toneladas adicionais de cobre na próxima década.

Jacques disse que agências de exportação australianas, canadenses e norte-americanas se uniram a 15 instituições financeiras internacionais na preparação do financiamento para a expansão de Oyu Tolgoi.

(Por James Regan e Sonali Paul)