Montadoras dos EUA exploram recuperação na Europa enquanto Volkswagen fica pra trás

terça-feira, 15 de dezembro de 2015 13:44 BRST
 

PARIS (Reuters) - As vendas de carros na Europa cresceram 13,7 por cento em novembro, de acordo com dados da indústria publicados nesta terça-feira, com as marcas norte-americanas registrando fortes ganhos enquanto a Volkswagen continua a pagar o preço pelo seu escândalo de fraudes de testes de emissões de diesel.

Os registros aumentaram para 1,12 milhão de carros no último mês, ante 989,758 mil no ano anterior, disse a Associação de Montadoras da Europa, com a Ford e a Opel da General Motors entre os melhores desempenhos.

A Volkswagen, maior montadora europeia em vendas, viu a participação no mercado de sua principal marca recuar para 12,2 por cento ante 13,5 por cento, com as vendas crescendo apenas 3,1 por cento, abaixo do desempenho do mercado. O grupo alemão como um todo teve ganho de 3,9 por cento.

A marca Volkswagen, lutando para conter o dano após ser exposta em setembro fraudando testes de emissões tóxicas de diesel, sofreu uma queda mais marcante de 20 por cento nas vendas na Grã-Bretanha, de acordo com dados revelados no dia 4 de dezembro.

A recuperação mais ampla do mercado automobilístico europeu está pronta para continuar em 2016 após uma expansão de 8,6 por cento entre janeiro e novembro, disse o analista do Ernst & Young Anil Valsan.

(Reportagem por Laurence Frost)