Volkswagen cortará 600 empregos temporários em fábrica alemã para reduzir custos

terça-feira, 15 de dezembro de 2015 17:54 BRST
 

BERLIM (Reuters) - A Volkswagen cortará cerca de 600 empregos temporários no próximo ano em uma fábrica em Zwickau, Alemanha, conforme busca cortar custos na onda do escândalo dos testes de emissão de poluentes, disseram representantes dos trabalhadores.

A utilização das instalações em Zwickau, onde o Golf hatch e o Passat sedã são fabricados, será reduzida no próximo ano com férias compulsórias para os funcionários.

A administração também planeja parar de produzir seu carro de luxo Phaeton, cuja carroceria também é feita em Zwickau, enquanto aguarda a introdução de uma versão totalmente elétrica em cerca de três anos, disseram os representantes dos trabalhadores.

"Nós devemos nos adaptar agora a uma nova situação na qual a proteção do emprego se tornará novamente mais importante que a criação de novos postos de trabalho", disse Jens Rothe, chefe do conselho dos trabalhadores das operações da VW no Estado da Saxônia, no leste da Alemanha.

As reduções foram anunciadas em uma reunião com funcionários em Zwickau, onde 8.800 pessoas trabalham, e pode anteceder mais alterações na fábrica em Dresden, onde seus 500 funcionários serão avisados na quarta-feira sobre a utilização da fábrica no futuro.

(Por Andreas Cremer)

REUTERS NS RBS