Abate de frangos e suínos bate recorde no Brasil no 3º tri, diz IBGE

terça-feira, 15 de dezembro de 2015 19:17 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os abates de frangos e suínos bateram recorde no Brasil no terceiro trimestre de 2015, enquanto o abate de bovinos caiu na comparação anual, informou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O abate de frangos no Brasil, maior exportador global deste tipo de carne, subiu para 1,5 bilhão de cabeças no período de julho a setembro, alta de 6,9 por cento ante o mesmo período de 2014.

Foi o maior volume trimestral desde que o IBGE começou a fazer a medição, em 1997.

O peso acumulado das carcaças foi de 3,38 milhões de toneladas no terceiro trimestre de 2015, alta anual de 5,1 por cento.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), associação que reúne as grandes indústrias do setor, estima que a produção carne de frango do Brasil deverá atingir 13,14 milhões de toneladas neste ano, alta de 3,5 por cento ante 2014.

Segundo a ABPA, o Brasil deve fechar 2015 como o segundo produtor do mundo, atrás dos Estados Unidos e à frente da China.

O abate de bovinos caiu 10,8 por cento no terceiro trimestre de 2015 na comparação com 2014, somando 7,56 milhões de cabeças, disse o IBGE.

A estatística abrange abatedouros com algum tipo de serviço de inspeção sanitária.

O peso acumulado de carcaças de bovinos no terceiro trimestre somou 1,87 milhão de toneladas, queda anual de 8,3 por cento.   Continuação...