Duratex para produção de painéis de madeira em fábrica do interior de São Paulo

terça-feira, 15 de dezembro de 2015 19:39 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Duratex anunciou nesta terça-feira que decidiu paralisar a produção de painéis de madeira na fábrica em Itapetininga, no interior de São Paulo, até que a economia e o mercado interno melhorem.

A companhia afirmou que a produção do insumo usado na construção civil e no mercado imobiliário representa cerca de 24 por cento de sua capacidade instalada. Os ajustes de produção vão permitir uma economia de cerca de 35 milhões de reais em custos fixos para a companhia por ano.

A Duratex disse que os gastos com a paralisação são de cerca de 16 milhões de reais e serão incluídos no balanço da empresa em 2015.

"A unidade de Itapetininga, pela qualidade de seus ativos, permanece estratégica para a companhia e, tão logo tenhamos a recuperação da economia e do mercado, restabeleceremos a produção nessa unidade em seus níveis normais", afirmou a Duratex em comunicado ao mercado.

A companhia não informou se vai promover corte de funcionários. Representantes da Duratex não puderam ser contatados.

As perspectivas de manutenção no próximo ano de baixa confiança do consumidor, aumento da inflação e desemprego somados ao recuo da economia e à crise política deixam o setor imobiliário vislumbrando alguma recuperação apenas a partir de 2017.

O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) estimou que o Produto Interno Bruto (PIB) da construção civil em 2016 vai encolher 5 por cento após retração de 8 por cento este ano.

Enquanto isso, os produtores de cimento do Brasil esperam queda de 10 a 12 por cento nas vendas do insumo em 2016, após queda estimada em 10 por cento para este ano.

(Por Alberto Alerigi Jr.)