Premiê italiano diz que sanções à Rússia serão revisadas nos próximos meses

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015 13:02 BRST
 

ROMA (Reuters) - O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, disse nesta quarta-feira que a Europa e outro países ocidentais provavelmente irão revisar as sanções econômicas contra a Rússia nos próximos meses.

“É evidente que temos a mesma posição que a comunidade internacional ocidental inteira... mas acho que este pacote de sanções será revisado, não nas próximas horas, mas nos próximos meses”, disse Renzi em uma entrevista a uma rádio italiana.

A Itália impediu uma extensão automática das sanções da União Europeia impostas após a anexação da Crimeia pela Rússia e apoio a rebeldes no leste ucraniano.

Líderes europeus provavelmente irão discutir a questão em um encontro em Bruxelas na quinta-feira, e autoridades da União Europeia e Itália disseram que não esperam problemas na renovação por outros seis meses das sanções que expiram no final do ano.

(Reportagem de Steve Scherer)

 
Primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, durante discurso em Roma.   24/11/2015   REUTERS/Tony Gentile