Promotores alemães investigam equipe da Bosch sobre Volkswagen

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015 13:17 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - Promotores públicos da cidade de Stuttgart, na Alemanha, estão investigando se funcionários da fornecedora de autopeças Robert Bosch estiveram envolvidos na fraude dos testes de emissões pela Volkswagen, disse o escritório da procuradoria nesta quarta-feira.

A Bosch, sediada em Stuttgart, que faz o programa de gerenciamento do motor à diesel usado por diversas das principais montadoras, incluindo a Volkswagen, se recusou a comentar sobre investigações específicas.

Entretanto, um porta-voz da companhia disse: "Estamos cooperando em princípio com todas as autoridades que querem contribuir com o esclarecimento dos fatos."

Como de costume por parte dos promotores alemães, uma porta-voz do escritório da promotoria de Stuttgart se recusou a nomear as companhias envolvidas.

"Nós iniciamos investigações contra indivíduos desconhecidos", disse. "A ação é direcionada a uma companhia sediada em Stuttgart que é suspeita de estar envolvida em uma possível violação por uma grande montadora de veículos alemã no contexto de manipulação de emissões."

As investigações foram motivadas por notícias na mídia sobre o caso, afirmou.

A Reuters noticiou no mês passado que procuradores federais norte-americanos e o Departamento da Justiça estão examinando se a Bosch sabia ou participou no esforço da Volkswagen de driblar testes de emissão de motores a diesel nos Estados Unidos, citando pessoas familiarizadas com o tema.

(Reportagem por Ilona Wissenbach)