Itaú BBA confirma compra de carteiras do BTG Pactual

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015 15:41 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Itaú BBA tem feito compras de carteiras de crédito do BTG Pactual, disse nesta quarta-feira o presidente-executivo do banco de investimento do Itaú Unibanco, Candido Bracher, sem especificar valores.

Bracher elogiou a agilidade dos executivos do grupo rival. O BTG Pactual tem vendido ativos e tomado várias medidas para preservar a liquidez, na esteira da forte queda de suas ações e dos resgates de recursos que se seguiram à prisão do fundador do grupo, André Esteves, em 25 de novembro.

"A reação deles tem sido inimaginável", disse Bracher em encontro com jornalistas.

Segundo ele, as entradas de recursos no Itaú BBA, de clientes que provavelmente deixaram o BTG Pactual nas últimas semanas, vieram "em linha com nosso tamanho e participação de mercado".

Bracher afirmou que o Itaú BBA deve começar 2016 fortalecido frente aos concorrentes, dado seu foco no ganho de eficiência, ajustando a estrutura interna para melhor atender empresas diante do cenário econômico adverso do país.

"Este foi o ano mais difícil de que me lembro para o crédito corporativo", disse.

O banco afirmou no encontro ter a maior carteira de mandatos de sua história para coordenar fusões e aquisições, dado que a forte desvalorização recente do real frente ao dólar tornou ativos brasileiros muito atrativos para investidores globais.

Bracher disse que o corte na nota de crédito soberana do Brasil pela agência de classificação de risco Fitch nesta quarta-feira para "BB+", o que fez o país perder o chamado grau de investimento, refletiu uma combinação de fatores domésticos, como a deterioração fiscal, e internacionais.

"É difícil ficar surpreso com isso", disse Bracher, afirmando acreditar que o país não deve levar muitos anos para reconquistar o selo de investimento seguro.

(Por Aluísio Alves e Tatiana Bautzer)